DEU CERTO! Jovens do RAP da Saúde enfrentam a violência de gênero

16 mar

Menos flores e mais direitos. Este foi grande diferencial do evento Mulher: Poder Público Presente, que aconteceu na quinta-feira (14), durante o dia todo, no Largo da Carioca, Centro do Rio. Na atividade, coordenada pela Subsecretaria Estadual de Políticas para as Mulheres (SPMulheres – RJ), representações de mais de 10 instituições públicas que prestam serviços às mulheres estiveram divididas em 10 tendas no local, oferecendo informações e atendimento.

Jovens do rap da saúde em ação sobre enfrentamento da violência de gênero

Jovens do rap da saúde em ação sobre enfrentamento da violência de gênero

Os participantes ainda percorreram o entorno, distribuindo materiais e conversando com quem passava sobre temas como direitos da mulher, violência e saúde. Também tiraram dúvidas e orientaram as pessoas sobre o conjunto de serviços de atendimento à mulher, principalmente, àquela em situação de violência.

Os jovens do RAP da Saúde marcaram presença e, com a animação de sempre, fizeram questão de se apresentar e conhecer todos os serviços da rede responsável pela garantia dos direitos das mulheres. Além de aprender, também passaram informações e distribuíram kits de prevenção criados por eles próprios nos polos do projeto.

“O ganho desse evento, além da promoção de saúde, foi termos inspirado um garoto que passou por nós enquanto distribuíamos os kits”, conta Luciano Correa, do polo Rocinha, sobre um jovem que se interessou pelo RAP durante a sua participação no evento. “Acho que foi mais uma experiência de aprendizado que vivo no projeto”, avalia.

A ação se deu em um local de grande fluxo de pedestres. Somente pela estação do metrô da Carioca passam mais de 80 mil pessoas por semana, isto é, mais de 10 mil por dia. Marcelle Lyra, Coordenadora da Rede de Serviços de Atendimento à Mulher (SPMulheres – RJ) destacou a importância da ida dos serviços públicos até os locais onde a população está. “Essa rede hoje foi transferida para a rua, oferecendo serviços à população e informando-a sobre a existência desses órgãos. Contamos um pouco do que fazem, mas também atendemos as mulheres. Foi um dia de muita busca de informação por quem passou, principalmente, por pessoas que vivenciam ou tem contato direto com situações de violência contra a mulher”, diz.

A SPMulheres – RJ compõe a Rede Capital, de instituições como a Secretaria Estadual de Saúde (SES), Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, Tribunal de Justiça e o Centro de Referência de Mulheres da Maré,  todas presentes. Esses serviços se reúnem mensalmente para promover uma articulação que tem o objetivo de melhorar a qualidade do atendimento, tornando-o cada vez mais integrado.

Aline Vieira fala sobre o uso do preservativo feminino

Aline Vieira fala sobre o uso do preservativo feminino

E não só as mulheres mostraram que sabem enfrentar a violência de gênero (aquela baseada na falsa ideia de que o masculino é superior ao feminino e por isso deve ter mais direitos). A presença dos homens nesse trabalho de difusão de informação provou que superar as desigualdades de gênero é tarefa de todos. Na parte da tarde, o grupo de jovens do RAP era representado em sua maioria por homens.

Na tenda da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência (Sejem), do Tribunal de Justiça, os homens também eram maioria. O assessor Cláudio Faria disse que a resposta da população foi excelente. “Coordenamos todos os Juizados de Violência Domestica do Rio e, sem dúvida, a informação é o instrumento mais importante. Distribuímos milhares de cartilhas sobre a Lei Maria da Penha e uma mulher que estiver em situação de violência vai saber muito bem o que fazer e quem procurar”, explica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s