DEU CERTO! Dia Mundial da Saúde 2013

9 abr
RAP da Saúde no Dia Mundial da Saúde, no Parque Madureira

RAP da Saúde no Dia Mundial da Saúde, no Parque Madureira

Criatividade e senso de humor marcaram as ações da Rede de Adolescentes e Jovens Promotores de Saúde – RAP da Saúde no Dia Mundial da Saúde, comemorado neste domingo, 7 de abril. Por meio de dinâmicas lúdicas e interativas, os jovens e adolescentes do RAP chamaram a atenção de quem passava pelo Parque Madureira, durante o evento promovido pela Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro.

“Em eventos como esse, em que há muita interação com o público, temos a oportunidade de multiplicar os conhecimentos que adquirimos nos encontros de formação do RAP. Hoje, por exemplo, colocamos em prática os conceitos da brincação, conversando com as pessoas sobre a importância do brincar em nossas vidas e aproveitando brincadeiras para abordar temas como homofobia, doenças sexualmente transmissíveis ou gravidez na adolescente” conta Thallyssiane Aleixo, de 17 anos, que atua como dinamizadora do polo Jacarezinho.

No Parque Madureira, réplica do postal da saúde sobre alimentação saudável encantou o público.

No Parque Madureira, réplica do postal da saúde sobre alimentação saudável encantou o público.

Além de atuar no estande, os jovens e adolescentes do RAP da Saúde percorreram o Parque Madureira durante toda a manhã de domingo. O adolescente Vinícius de Oliveira, de 15 anos, multiplicador do polo Jacarezinho, circulou pelo Parque Madureira conversando com o público sobre a tuberculose.

“Percebi que há muita falta de informação sobre doença. Muita gente desconhece os sintomas, outras pessoas têm medo de ir à unidade de saúde e ter que tomar injeção… Mas o teste para o diagnóstico da tuberculose não é invasivo e pode salvar vidas! Não há perfuração ou corte, basta ceder uma amostra de escarro”, explica Vinícius. Dona Idelícia Barbosa de Jesus, que passeava pelo Parque Madureira, adorou ter encontrado o jovem promotor de saúde. “Eu não sabia disso! Agora vou ficar mais atenta para os sintomas da doença”, comenta.

A equipe do polo Maré investiu na realização da dinâmica Bola na Fogueira. “Cada uma dessa bolas coloridas representa um tema: violência, alimentação, sexualidade, preconceito e doenças sexualmente transmissíveis. E cada tema traz uma série de palavras-chave. A pessoa escolhe uma bola e começamos a jogar, de um para o outro. Cada vez que eu jogo a bola, digo uma palavra-chave. E aí a pessoa tem que me devolver dizendo outra palavra”, explica a dinamizadora Rafaela Silveira, de 18 anos.

Natália Castro, que é agente de saúde do Centro Municipal de Saúde Nascimento Gurgel, na Pavuna, passeava pelo Parque Madureira quando foi surpreendida pelo RAP da Saúde. E aceitou na hora o desafio. “Essa dinâmica é muito boa! É divertida, estimula o raciocínio e nos faz pensar – rápido – sobre temas que muitas vezes não conversamos”, avalia.

bola na fogueira, com o polo Maré

A dinâmica da bola na fogueira: agilidade e descontração para falar sobre violência, alimentação, sexualidade, preconceito e doenças sexualmente transmissíveis.

Patrícia Moreira de Freitas, com o filho João Guilherme, de 1 ano: “Aqui tem informação para toda a família! Eu conheci a camisinha feminina e ele ganhou o kit de saúde bucal”.

Patrícia Moreira de Freitas, com o filho João Guilherme, de 1 ano: “Aqui tem informação para toda a família! Eu conheci a camisinha feminina e ele ganhou o kit de saúde bucal”.

O incentivo à atividade física ficou por conta da Academia Carioca da Saúde, já instalada no local, e de apresentações do grupo de capoeira do projeto Atitude Saudável do Centro Municipal de Saúde Sylvio Brauner e das alunas de ginástica rítmica e do grupo de dança e samba do Núcleo da Pessoa com Deficiência da Vila Olímpica de Honório Gurgel. E o público também pôde participar de oficinas de grafitti, reaproveitamento de jornal e pet e de percussão.

Para completar a festa, ritmistas das escolas de samba Portela e Império Serrano, artistas circenses, o coral Estrelas da Melhor Idade e os grupos Loucura Suburbana, dança das crianças do Morro da Fé, Pirou na Cena, dança charme de Madureira e Jongo da Serrinha agitaram o palco principal do Parque Madureira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s