BIBLIOTECA: Método Canguru para recém-nascidos de baixo peso

26 nov

Introduzido em algumas unidades de saúde brasileiras na década de 1990, o Método Canguru é hoje uma política de saúde para promoção da segurança de recém-nascidos de baixo peso e redução da mortalidade infantil. Recém-nascidos de baixo peso são bebês com menos de dois quilos e meio, sem considerar a idade gestacional, que são mais vulneráveis a uma série de complicações. E é justamente no componente neonatal que reside o maior desafio para a redução da mortalidade infantil no Brasil. Por isso, o Ministério da Saúde reconhece o atendimento humanizado a esses bebês como um foco de ação prioritário, por meio de iniciativas como a implantação do Método Canguru nas unidades neonatais.

Método Canguru: atenção humanizada para o recém-nascido de baixo peso e para toda a família

Método Canguru: atenção humanizada para o recém-nascido de baixo peso

O Método Canguru é um modelo de assistência perinatal voltado para a melhoria da qualidade do cuidado, desenvolvido em três etapas. A partir do princípio da atenção humanizada, reduz o tempo de separação entre mãe e recém-nascido e faåvorece o vínculo entre os dois. Também permite o controle térmico adequado do bebê e contribui para a redução do risco de infecção hospitalar, além de reduzir o estresse e a dor do recém-nascido. Dessa forma, aumenta as taxas de aleitamento materno, melhora a qualidade do desenvolvimento neurocomportamental e psicoafetivo do bebê, propicia um melhor relacionamento da família com a equipe de saúde, possibilita maior competência e confiança dos pais no cuidado do seu filho, inclusive após a alta hospitalar, reduz o numero de reinternacões e contribui para a otimização dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva e de Cuidados Intermediários Neonatais.

Para fortalecer o Método Canguru no Brasil, a Área Técnica de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde publicou, em 2013, o guia Atenção Humanizada ao Recém-Nascido de Baixo Peso: Método Canguru – Manual Técnico. A publicação apresenta a Norma de Atenção Humanizada ao Recém-Nascido de Baixo Peso (Método Canguru) do Ministério da Saúde nos diferentes níveis de complexidade da atenção neonatal e busca habilitar profissionais na humanização dos cuidados hospitalares e ambulatoriais à gestante, à puérpera e ao recém-nascido de baixo peso.

O manual ressalta que, neste processo, é fundamental que o profissional de saúde esteja atento às peculiaridades físicas e psicológicas de cada caso, considerando as diferentes realidades das gestantes de alto risco, de seus companheiros e familiares, dos bebês pré-termo, de baixo peso ou em situação de risco, dentre outras. E identifica o psiquismo específico da gestação, superposto ao da puérpera, mãe de um bebê pré-termo, o funcionamento psíquico da figura paterna e a formação da parentalidade como aspectos importantes para a atenção humanizada ao recém-nascido de baixo peso e toda a sua família.

A publicação também recomenda o incentivo à família quanto ao cuidado adequado à gestante, à puérpera e ao bebê, em ambiente hospitalar e domiciliar. Para isso, são valiosas as orientações dos profissionais de saúde sobre os passos iniciais da lactação, as técnicas de alimentação auxiliares à amamentação, os procedimentos básicos de higienização pessoal e do bebê e o estabelecimento de vínculos entre os pais e seu filho. E, sobretudo, as formas de contato com o recém-nascido em cada fase do Método Canguru, com ênfase no contato pele a pele desde a UTI e na observação dos sinais de risco para o bebê nesta fase e para a mãe no pós-parto.

O manual está organizado em seis módulos:  “O Método Canguru no contexto das políticas de saúde”; “Aspectos psicoafetivos e comportamentais”; “Manejo nutricional do recém-nascido pré-termo”; “Cuidados com o recém-nascido de baixo peso no ambiente hospitalar”; “Cuidados com o recém-nascido de baixo peso após alta hospitalar”; e “Implantação do Método Canguru”.

Baixe o manual técnico Atenção Humanizada ao Recém-Nascido de Baixo Peso: Método Canguru
— Conheça os Centros de Referência Nacional para Método Canguru               

Anúncios

2 Respostas to “BIBLIOTECA: Método Canguru para recém-nascidos de baixo peso”

  1. Luzia 14/03/2014 às 11:37 #

    Não consigo baixar o manual técnico para canguru

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s